Jujutsu Kaisen gera polêmica na Coreia do Sul

Golpe de personagem gera polêmica por relação a vítimas da 2ª guerra mundial

Jujutsu Kaisen se meteu em uma polêmica discussão na Coreia do Sul devido a um nome de um golpe de um dos personagens. A situação foi exposta no Reddit pelo usuário itadorinatsuki, que se identifica como coreano e comunica que as pessoas de seu país criticam a escolha feita por Gege Akatami, autor do mangá Jujutsu Kaisen.

O golpe de Mei Mei – personagem que ainda não apareceu no anime – é chamado de Bird Strike, que, escrito em kanji, acaba tendo a mesma forma que a palavra “kamikaze” (神風).

Personagem de Jujutsu Kaisen, Mei Mei
Mei Mei de Jujutsu Kaisen / Divulgação

Sobre o termo “kamikaze”

O termo “kamikaze” surgiu originalmente no século XIII, quando os mongóis tentaram invadir o Japão duas vezes, nos anos de 1274 e 1281. Contudo, tufões e fortes tempestades fizeram as tropas inimigas recuarem – passou-se então a descrever esses eventos como kamikazes, que literalmente significa “ventos divinos”, por terem “salvado” o país.

A palavra ganhou uma conotação diferente na 2ª Guerra Mundial, por um sentido metafórico, que é mais conhecido internacionalmente, como a realização de ataques suicidas nos momentos finais da Guerra do Pacífico (1941-1945). Estes foram chamados de kamikaze, considerados então como “os ventos divinos que salvariam o Japão”.

A polêmica na Coreia do Sul

O usuário do Reddit escreveu o seguinte:

“(…) Acho que a razão pelo qual o fandom coreano está chateado é porque há muito tempo alguns coreanos também foram forçados a se juntar aos kamikaze e se sacrificarem”.

Na Coreia do Sul, uma hashtag acusando Akutami de ser um apoiador do imperialismo japonês também entrou nos assuntos do Twitter. Nas publicações, muitos fãs de Jujutsu Kaisen afirmam que se sentem traídos e ofendidos com o uso desde nome na técnica da personagem.

Sobre Jujutsu Kaisen

A obra de Gege Akutami é seriada na Shonen Jump,Sda editora Shueisha, desde 2018, com 14 volumes encadernados até o momento. O mangá tem publicação pela Panini no Brasil.

Você pode assistir Jujutsu Kaisen na Crunchyroll.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui