Demon Slayer: Sul Coreanos exigem censura nos brincos de Tanjirou

Demon Slayer: Sul Coreanos exigem censura nos brincos de Tanjirou

O portal Yahoo! News Japan publicou uma polêmica negativa dos sul coreanos com o anime de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba.

Segundo o artigo, os brincos de Tanjirou Kamado faz referência a bandeira imperial do Japão na Segunda Guerra Mundial. A polêmica sobre isso é que para muitos, é uma forma de relembrar o massacre das batalhas nipônica da China e Coreia do Sul.

O problema já tinha sido discutido anteriormente no lançamento de Demon Slayer na Netflix na Coreia do Sul. O banner promocional do anime mostra os brincos de Tanjiro não censurados, o que causou críticas dos sul coreanos a plataforma. É importante destacar que a Netflix foi a única plataforma naquele país que publicou o anime “sem a censura”.

O banner:

De acordo com o artigo:

O protagonista, Tanjirou, usa brincos com um desenho que apontam é semelhante ao desenho da Bandeira do Sol Nascente, um símbolo do imperialismo japonês, mas devido aos protestos na Coreia do Sul via internet, o desenho foi mudado na transmissão daquele país. No entanto, ele não foi alterado na plataforma Netflix fora da Coreia do Sul, como a Austrália.

À primeira vista, os protestos contra a Netflix parecem inúteis. Isso ocorre porque a Netflix adquire apenas os direitos de distribuição das diferentes empresas de licenciamento para vários países e não tem direitos para modificar o conteúdo em outros países, como a Austrália. No entanto, protestar contra o conteúdo produzido no Japão parece ter-se tornado uma tendência na Coreia do Sul e tem atraído atenção nas redes sociais sempre que surge.

Num fórum de comentários sul-coreano, diferentes comentários podem ser lidos a favor e contra este protesto. “Japão, um aliado dos nazis, um país habitado por criminosos de guerra”, “Netflix apoiando criminosos de guerra, deve-se desculpar e garantir que nunca se repita”, e “Parece que a Netflix quer ser boicotada“.

Até o momento que escrevo essa matéria, a Netflix ainda não fez um pronunciamento oficial sobre a discussão.

Apesar da confusão, o anime e seu filme continuam ganhando sucesso estrondoso! Na segunda (10) o filme Demon Slayer: Mugen Train foi considerado oficialmente o filme de maior sucesso de bilheteria. O filme arrecadou o equivalente a US$435 milhões fora dos Estados Unidos e cerca de US$39,6 milhões naquele país.

Confira o trailer promocional do anime:

Sinopse:

Japão, era Taisho. Tanjiro, um bondoso jovem que ganha a vida vendendo carvão, descobre que sua família foi massacrada por um demônio. E pra piorar, Nezuko, sua irmã mais nova e única sobrevivente, também foi transformada num demônio. Arrasado com esta sombria realidade, Tanjiro decide se tornar um matador de demônios para fazer sua irmã voltar a ser humana, e para matar o demônio que matou sua família. Um triste conto sobre dois irmãos, onde os destinos dos humanos e dos demônios se entrelaçam, começa agora.

Fonte: Yahoo! News Japan
Imagens:
Netflix / Demon Slayer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui